terça-feira, 19 de abril de 2016

Mesopotâmia - resumo e atividades

Mesopotâmia

A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa “entre rios”, por isso esse nome é dado a uma comprida faixa de terra cortada por dois grandes rios: o Tigre e o Eufrates, que deságuam no Golfo Pérsico.

O clima da Mesopotâmia é quente e seco durante a maior parte do ano e sua vegetação é pobre. Apesar disso, os povos da região souberam aproveitar as águas do Tigre e Eufrates para irrigar a terra, praticar agricultura e evitar os longos períodos de fome tão comuns naqueles tempos. Com isso, construíram cidades e, a partir delas, reinos e impérios. Entre esses povos estavam os sumérios, os acádios, os amoritas, os assírios e os caldeus.

No geral, eram povos politeístas, pois acreditavam em vários deuses ligados à natureza. No que se refere à política, tinham uma forma de organização baseada na centralização de poder, onde apenas uma pessoa (imperador ou rei) comandava tudo. A economia destes povos era baseada na agricultura e no comércio nômade de caravanas.



Fontes:


História, Sociedade e Cidadania. 6º Ano. Alfredo Boulos Júnior.2009. Pág. 91


Atividades

1. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa “entre rios”. Quais os nomes dos rios onde se situava a Mesopotâmia?

2. Qual a solução encontrada pelos povos da Mesopotâmia para driblarem o clima da região?

3. Quais povos habitavam a região da Mesopotâmia?

4. Explique a política destes povos.


5. Faça um desenho para ilustrar a economia destes povos.

Mapa Mesopotâmia - 6º Ano

Proposta de atividade:

Consulte um mapa atual e descubra os países cujo território corresponde total ou parcialmente à Mesopotâmia.


Mapa e atividade extraídos do livro: História, Sociedade e Cidadania. 6º Ano. Alfredo Boulos Júnior.2009. Pág. 91.

Mapa atual:

Fonte: https://advbrasil.wordpress.com/2012/08/10/israel-pode-atacar-o-ira-antes-de-novembro/


domingo, 10 de abril de 2016

Linha do Tempo

Extraído do livro:
Caderno de exercícios Saber e Fazer - 6º Ano, pág. 45.



Período Neolítico


Abaixo segue as transformações decorrentes da invenção da agricultura no período Neolítico.
Extraído do livro:
Caderno de exercícios Saber e Fazer - 6º Ano, pág. 40.


sexta-feira, 8 de abril de 2016

Mini monografia para o 2º Ano EM

A partir da ideia de projeto/monografia de uma colega e da minha Orientadora na graduação e mestrado, elaborei meu próprio roteiro para trabalhar mini monografia com o 2º ano. Como é a primeira vez que pretendo fazer isso, resolvi utilizar como ponto de partida, o próprio livro deles. Vamos ver depois como vai ficar!



Mini monografia


Esta atividade, individual, será desenvolvida ao longo dos quatro bimestres do ano de 2016. Em cada bimestre o aluno entregará uma parte de sua pesquisa, e no 4º bimestre, apresentará sua mini monografia. Esta pesquisa possui valor bimestral de 3,0 (três) pontos. O estudante deverá selecionar UM dos capítulos do seu livro de História deste ano como tema.
A monografia deverá ser composta de 5 itens:

1. Folha de rosto
2. Introdução (apresentação do tema, objetivos e justificativas) – (máx. 2 laudas e meia)
3. Desenvolvimento (análise do material pesquisado) – (máx. 6 laudas)
4. Conclusão – (máx. 2 laudas e meia)
5. Referências Bibliográficas e Anexos (se houver)

Itens da monografia

1. Folha de rosto (ver anexo)
1.1 Título: deve conter: objeto de análise ou tema, local e período. Exemplo: O culto divino e ao culto funerário (tema) no Antigo Egito (local): 1307-1070 a. C. (corte temporal)

2. Introdução

Você, aluno (a), apresentará as seguintes questões, em no máximo 2 laudas e meia:

• O que é a pesquisa: O quê? Quando? Onde? Como? Por quê?
• Qual o seu interesse?
• Discussão Historiográfica (pelo menos 3 autores/livros/artigos que falem do seu tema)
• Problemática do tema de pesquisa, em forma de pergunta. Exemplo: O Brasil, em 1500, foi descoberto, invadido ou ocorreu um encontro entre culturas diferentes?
• Justificativa (o porquê do corte temporal e a justificativa do título)

3. Desenvolvimento

Aqui, você irá discorrer a análise/fichamento do material pesquisado. Apresente material de diferentes pontos de vistas sobre seu tema de pesquisa. Vale acrescentar imagens, dados estatísticos, tabelas, etc.

4. Conclusão

Nesta parte, você irá apresentar a resposta da sua problemática com base do que apresentou no desenvolvimento, incluindo extraindo trechos do mesmo.

5. Referências Bibliográficas e Anexos

Consulte o site ao lado para formatar seu trabalho (ABNT): http://www.leffa.pro.br/textos/abnt.htm#5.9.1.1

Formatação da Introdução, Desenvolvimento e Conclusão:
Letra: Times New Roman, tamanho 12;
Margens:  superior: 3 cm; inferior: 2 cm; direita: 2 cm; esquerda: 3 cm;
Entrelinhas: 1,5.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Normas da ABNT

Achei este site com as informações simples e diretas sobre as normas da ABNT:

Normas da ABNT
Citações e Referências Bibliográficas



REFERÊNCIA:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: informação e documentação: apresentação de citações em documentos. Rio de Janeiro, 2002.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Cruzadinha sobre Feudalismo

SEGUNDA CRUZADINHA SOBRE FEUDALISMO

PESQUISE EM SEU LIVRO DE HISTÓRIA E RESPONDA A   CRUZADINHA2 –  TEMA: FEUDALISMO

1) Unidade de produção na Idade Média – propriedade senhorial _________________________
2) Trabalho gratuito nas terras do Senhor em alguns dias da semana ______________________
3) Nas relações feudo-vassálicas durante o feudalismo, quem doava a terra era o _____________
4) Obrigação paga pelo servo pelo uso das instalações do Feudo- moinho, forno,etc. __________
5) Obrigação de entregar uma parte do  que o servo produzisse no manso servil ______________
6) As relações feudo-vassálicas era de nobre para nobre. Quem recebia a terra era o __________
7) Tribunal criado pela igreja medieval para julgar, condenar e  punir, os acusados de heresias ___________________________________
8) Postulações contrárias aos dogmas cristãos católicos _________________________________
9) No feudalismo  fazia-se pouco uso de moedas. A economia era ________________________
10) Imposto pago pelos servos por pessoa ____________________________________________
1
F
E
U
D
O




2
C
O
R
V
E
I
A






3
S
U
S
E
R
A
N
O


4
B
A
N
A
L
I
D
A
D
E
S




5
T
A
L
H
A





6
V
A
S
S
A
L
O







7
I
N
Q
U
I
S
I
Ç
Ã
O
8
H
E
R
E
S
I
A
S





9
A
M
O
N
E
T
A
R
I
A
10
C
A
P
I
T
A
C
A
O




Tirado de: http://historiaonlineceem.blogspot.com.br/2012/09/segunda-cruzadinha-sobre-feudalismo.html?m=1

OBS.: As respostas são minhas, no blog original não consta as respostas.

domingo, 4 de outubro de 2015

Erros históricos nas Capitanias Hereditárias - Blog do Buenaga

Erros históricos nas Capitanias Hereditárias

Mapa das Capitanias Hereditárias: para o engenheiro Jorge Cintra os livros escolares estão errados

Um estudo publicado recentemente nos Anais do Museu Paulista contesta a versão clássica do mapa das capitanias presente até hoje em livros didáticos.

A Versão Clássica do Mapa
O Mapa das Capitanias Hereditárias de  Manoel Maurício de Albuquerque,
extraído do Atlas Histórico Escolar do MEC.
O estudo "Reconstruindo o mapa das capitanias hereditárias" é de autoria do engenheiro Jorge Cintra, professor titular de Informações Espaciais na Escola Politécnica da USP.

O mapa das capitanias hereditárias de  cara nova
Novo mapa das capitanias hereditárias - Jorge Cintra
O Mapa redesenhado pelo engenheiro Jorge Cintra mostra que as capitanias
do norte da colônia eram divididas de forma vertical e não horizontal, como se pensava
As principais alterações propostas  de acordo com o estudioso referem-se às linhas de divisa nas capitanias do norte, que devem correr segundo meridianos e não segundo paralelos; à particular configuração das capitanias do sul, com linhas dirigindo-se a noroeste; à divisão em quinhões das capitanias de Aires da Cunha e de João de Barros e à existência de terras não distribuídas.

*Com informações da Revista de História