quarta-feira, 29 de abril de 2015

Material Pedagógico da SEEDUC

Material de apoio pedagógico para professores disponível no site da SEEDUC.

Sociologia - 3º ANO, 2º ANO, 1º ANO.

Filosofia - 3º ANO, 2º ANO, 1º ANO.

História - 3º ANO, 2º ANO, 1º ANO, 9º ANO, 8º ANO, 7º ANO, 6º ANO (Algumas séries ainda estão sendo carregadas para o site.).

Clique na disciplina para ter acesso à biblioteca no Scribd com o material para todas as séries.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Saerjinho Ciências Humanas e da Natureza 1º Ano EM - 2014

Para baixar as provas de Ciências Humanas e da Natureza do 1º Bimestre do Saerjinho de 2014, clique no link abaixo:


terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Chamada de Artigos para o Jornal Philía para 1ª Edição de 2015:




NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NO PHILIA

1. NORMAS BÁSICAS

a) Corpo do texto: máximo de 5.000 caracteres com espaço ou 800 palavras, Times New Roman, 10, espaço simples entre linhas;
 
b) Resumo (35 palavras ou 230 caracteres com espaço);
c) 3 palavras-chaves;
d) Referência bibliográfica com, no máximo, três autores;
e) Bibliografia resumida do autor do artigo;
f) No máximo, duas imagens com referências e legendas para ilustrar a publicação.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Curso de Especialização em Patrimônio, Educação e Cidadania


O presente curso de extensão procura viabilizar o ensino-aprendizagem em forma de Lato Sensu a acerca do estudo do Patrimônio, da Educação e da Cidadania que envolve a região do vale do Paraíba.
O curso pretende capacitar o aluno na aplicação de novos instrumentos e técnicas pedagógicos na sala de aula relativa aos diversos campos do conhecimento, dentro de uma proposta multidisciplinar. Enfatizaremos como objetivo interligar o saber acadêmico com o empreendedorismo histórico-cultural da região.

Período de Realização
O curso de especialização inicia-se em 06 de abril de 2013, aos sábados com carga horária de 390 horas/aula em períodos de manhã e tarde das 08h00 as 17h00.

Modalidade do curso
A modalidade é presencial atuando em uma turma alocada em sala com recursos audiovisuais no Colégio Dinâmico.

Público: Graduados em IES (Instituições de Ensino Superior).

Objetivos
1) Debater conceitos teóricos e metodológicos que viabilizam a compreensão sobre Patrimônio, Educação e Cidadania;
2) Possibilitar aos alunos recém-graduados, pesquisadores vivenciarem o debate cientifico a partir da interação e da prática da pesquisa;
3) Refletir sobre as experiências sobre Patrimônio, Educação e Cidadania no Vale do Paraíba;
4) Analisar a construção do saber em sociedades antigas, modernas e contemporâneas através da reforma do ensino e o processo de implantação das ações afirmativas;
5) Democratizar o saber produzido na academia, estabelecendo aproximações entre pesquisadores com a comunidade.


Visite: http://www.cruzeirocepec.com.br/programa.html



+Medeia Candido
+Edu- Feliz Solis Invictus
+Alair Figueiredo Duarte
+Alcaeus Gomes

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Mitologia: mecanismo de memória - Entrevista Maria Regina Candido


Mitologia: mecanismo de memória


As narrativas épicas – incluindo as histórias de deuses – e as crenças de um povo constituem sua mitologia. No Estúdio CH desta semana, a historiadora Maria Regina Cândido, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, fala sobre os mitos e sua relação com a religião.
Em entrevista a Fred Furtado, Cândido conta que o termo mitologia vem de uma palavra grega de difícil tradução, mas o significado que mais se aproxima dela é o de ‘narrativas de um passado longínquo’. Essas histórias podem ser de diferentes tipos: na Alemanha, por exemplo, seriam representadas pelos contos populares dos Irmãos Grimm; já no Brasil, pelo nosso folclore.
Nas sociedades antigas, os mitos representavam crenças, tradições e costumes que precisavam ser relembrados para as novas gerações, o que geralmente ficava a cargo dos anciões. Segundo a historiadora, essas tradições eram permeadas pelas relaçõescom os deuses e incluíam saber quais ritos, orações e oferendas deveriam ser feitos em homenagem a essas entidades. Ela acrescenta que os princípios das narrativas míticas geralmente são religiosos.
Cândido, que coordena o Núcleo de Estudos da Antiguidade, explica que o uso da palavra mito com a acepção de ‘história fantasiosa’ se choca com o sentido original da palavra grega, derivada de um verbo que significa contar uma história que foi verdadeira. A historiadora compara essa questão semântica à dificuldade de se traduzir a palavra saudade para outras línguas.
A pesquisadora fala ainda sobre a existência de uma mitologia brasileira e sobre os mitos modernos.




Fonte: http://cienciahoje.uol.com.br/podcasts/Mitologia%20-%20mecanismo%20de%20memoria.mp3/view

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Questões - 9º Ano


1. O que é globalização? (valor: 1,5)

__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________

2. Os sinais da globalização estão no nosso dia-a-dia.  Cite alguns desses sinais: (valor: 1,5)

__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________

3. A partir de qual década foi atingido o crescimento comercial mais intenso de toda a história? (valor: 1,0)

(A) 1960                    (B) 1970                    (C) 1980

4. Como funcionam as principais bolsas de valores do mundo? (valor: 1,0)

(A) Como um mercado de capitais contínuo, na qual se realizam a compra e venda de ações.

(B) Como um mercado de capitais, no qual se realiza o escambo (troca de mercadorias).

(C) Como um mercado de compra e venda de mercadorias.

5. A expressão ‘cultura de massa’, posteriormente trocada por ‘indústria cultural’, é aquela criada com um objetivo específico, atingir a massa popular, maioria no interior de uma população, transcendendo, assim, toda e qualquer distinção de natureza social, étnica, etária, sexual ou psíquica. Todo esse conteúdo é disseminado por meio dos veículos de comunicação de massa.
[...] Veículos como o cinema, o rádio e a televisão, ganharam notório destaque e se dedicaram, em grande parte, a homogeneizar os padrões da cultura.

Fonte: http://www.infoescola.com/sociedade/cultura-de-massa/

O que você entendeu por cultura de massa? (valor: 1,0)
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________

6. Identifique em seu cotidiano, alguns objetos ou valores que estão ligados à globalização e outros que indicam a permanência de tradições locais ou nacionais. (valor: 1,0)
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________

Questão extra: (não é obrigado a responder)

Fonte: http://thisisgeography.tumblr.com/post/913747386/para-nosso-trabalho-do-segundo-trimestre-o


Explique o quadrinho acima:
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________

Baixe o original em: http://pt.scribd.com/doc/114739845

Questões - 8º Ano


1. (MACKENZIE) “Podemos sempre nos deparar com dois mapas encontrados em quase todos os livros didáticos (...): ‘A África por volta de 1880’, e ‘A África em 1914’. No primeiro, vê-se um número bem pequeno de possessões europeias na África; no segundo, virtualmente, a totalidade do continente negro está dividida em colônias europeias”.


H.L. Wesseling. Dividir para Dominar: A partilha da África (1880-1914)




Fonte: http://www.geografiaparatodos.com.br/index.php?pag=capitulo_1_capitalismo_e_espaco_geografico

A diferença entre os mapas africanos, em 1880 e 1914, é explicada: (valor: 2,0)

(A) pelo fato de, no período citado, o continente ter sido dividido por potências europeias, no contexto da corrida imperialista dos séculos XIX e XX.

(B) por acordos estabelecidos entre as potências europeias desde o século XVI e que, na prática, foram anulados em 1914, em virtude da predominância de colônias italianas e alemãs.

(C) por um pacto assinado entre Inglaterra e França, as maiores potências da época, que aceitaram a divisão pacífica do território africano.

2. O Império Italiano entrou na corrida expansionista e ocupou, na _________ , o litoral da Líbia, a Eritreia e a Somália. O continente que completa corretamente a afirmativa é: (valor: 1,5)

(A) Ásia

(B) África

(C) Oceania


3. A Alemanha entrou tardiamente na partilha da África e Ásia. A alternativa que justifica esta afirmativa é: (valor: 1,5)

(A) A Alemanha era o mais poderoso império da época e estava ocupada conquistando territórios como a África Ocidental Francesa.

(B) A Alemanha perdeu a hora do encontro marcado para repartir o “bolo”.

(C) A Alemanha se formou como Estado nacional no século XIX, alguns séculos depois das principais potências europeias da época.

4. Identifique o tema do quadrinho abaixo: (valor: 1,0)


Fonte: http://www.professorfiorin.com.br/2012_05_01_archive.html


(A) Potências imperialistas americanas repartindo a África.

(B) Potências imperialistas europeias organizando a África.

(C) Potências imperialistas europeias repartindo o continente africano.


5. Relacione corretamente os países imperialistas às afirmações correspondentes: (valor: 1,0)

(1) Império Italiano

(2) Império Belga

(3) Império Britânico

(4) Império Alemão

(     ) Formou-se tardiamente, apossando-se da Somália e de outras possessões na África.

(     ) Dominava a Índia, a Austrália e vastos territórios na África.

(     ) Apossou-se de um único território na África e foi talvez a colonização mais violenta.

(     ) Entre outros, dominou Camarões e Togo.


Fonte: http://geostoria.blogspot.com.br/2008/07/segunda-revoluo-industrial-e-partilha.html

Baixe a versão original em: http://pt.scribd.com/doc/114736739

Partilha da África - Mapas








domingo, 25 de novembro de 2012

Questões - 7º Ano


AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA – 4º BIMESTRE – 7º ANO


Responda com lápis ou caneta (exceto vermelha). O uso de corretor reduzirá sua nota.

1. Escreva um pequeno texto sobre a América Portuguesa utilizando as palavras do quadro, não esqueça o título: (valor: 3 pontos)

colonização – Brasil – América Portuguesa – capitanias hereditárias – índios – donatários 


________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________________________________________


2. Coloque V para verdadeiro e f para falso: (valor: 1 ponto)

(     ) O rei de Portugal decidiu dividir o Brasil em capitanias hereditárias.

(     ) As capitanias eram lotes de terra que passavam de pai para filho.

(     ) Donatários eram os dono0s das capitanias.

(     ) Os donatários tinham direitos e deveres.

(     ) O sistema de capitanias deu ótimos resultados.

3. Por que a Coroa portuguesa resolveu colonizar suas terras na América somente em 1532, mais de 30 anos após a chegada de Cabral? (valor: 1 ponto)

__________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________

Observe o mapa e responda às questões 4 e 5:


4. O que eram as capitanias? (valor: 1 ponto)

__________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________

5. Por que as capitanias não avançavam para o oeste? (valor: 1 ponto)

__________________________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________________________

Baixe o original com imagens em: http://pt.scribd.com/doc/114378446