quarta-feira, 1 de junho de 2016

Civilização da Índia Antiga


1. O Vale do Rio Indo, onde hoje se localiza o Paquistão, começou a ser ocupado por volta de 7000 a.C.

2. Como na China e Mesopotâmia, a agricultura irrigada pelas águas dos rios foi fundamental para o desenvolvimento da civilização indiana antiga.

3. Por volta de 2600 a.C., grandes cidades como Harapa e Mohenjo Daro, já existiam nas margens do Rio Indo e de seus afluentes.

4. Harapa era a cidade mais antiga do Vale do Rio Indo e pode ter sido o centro dessa civilização.

5. A agricultura constituía a base econômica da civilização harapense.

6. Os harapenses desenvolveram um artesanato bastante variado.

7. Instrumentos e armas: martelos facas, machados, brocas, espadas e flechas, feitos de pedra, osso, madeira, bronze, cobre, chumbo e estanho.

8. Utensílios domésticos: panelas, travessas, jarras, potes e copos.

9. Joias: braceletes, pentes e agulhas de ouro.

10. Os harapenses adoravam uma deusa-mãe, com seios grandes, quadris largos e cabelos penteados.

A Índia no período Védico

1. No período védico, organizou-se o bramanismo, religião predominante na Índia até os dias atuais.

2. As cidades harapenses se desestruturaram por volta de 1900 a.C.

3. A desorganização e o empobrecimento das cidades harapenses coincidiram com a chegada dos povos arianos (povos nômades e guerreiros originários da Europa Oriental).

4. A principal fonte para o estudo da história da Índia do período ariano são os livros chamados Vedas (palavra do sânscrito que significa livros do conhecimento).

5. Os arianos se sentiam superiores aos nativos. Esse preconceito foi um dos fatores que deram origem à sociedade de castas, ou seja, a divisão da sociedade indiana em grupos rigidamente demarcados.


(Atividade de recorte e colagem do Deus Brahma - pirâmide social indiana)



Fonte do texto: Projeto Araribá História, 6º Ano, Moderna. Págs: 122 a 126.
Fonte da imagem: História nos Dias de Hoje, 6º Ano, Editora Leya, pág. 151.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade! Comente!

Comentários ofensivos serão removidos. Se deseja criticar negativamente, faça-o com elegância e educação.